Por que um arquiteto?

Quais as atribuições do arquiteto?

atribuicoes do arquiteto

Planejar interiores e construir edificações esteticamente perfeitas. Se você pensa que um cabe a um arquiteto realizar apenas tarefas como essas, irá se surpreender. As atribuições do arquiteto vão muito além.

O profissional é responsável por uma série de atividades que vão desde o primeiro planejamento até a entrega final da obra. O arquiteto tem a atribuição de coordenar todo o sistema, além do projeto inicial, a planta-baixa, cortes e fachada (o projeto arquitetônico em si), definição dos espaços externos (projeto de paisagismo, urbanismo, acessos, entornos) e, finalmente os internos (projeto de arquitetura de interiores). É quem vai dar forma, a ‘cara’, linguagem, funcionalidade à futura obra. Ou seja, realiza o projeto arquitetônico que será a base para os demais projetos e profissionais que atuarão para a efetivação concreta da obra.

Isso porque, cabe aos engenheiros, em suas especialidades, o desenvolvimento de projetos voltados às suas respectivas atribuições, tais como: engenheiro mecânico, que pode projetar e fiscalizar a execução do sistema de climatização; o engenheiro civil, que vai projetar, dimensionar e fiscalizar a execução de estruturas conforme suas determinações, e assim por diante. De forma resumida, o engenheiro mecânico irá climatizar a obra projetada pelo arquiteto e o engenheiro civil irá estruturar a edificação apresentada no projeto do arquiteto.

atribuicoes do arquitetoOutro ponto, é que após o trabalho de todos estes profissionais, o arquiteto irá compatibilizar seus respectivos projetos. Ou seja, sobrepor todas as informações que envolvem a edificação ou obra em si, para verificar possíveis interferências e mudanças necessárias. Isso não será percebido na obra, mas é imprescindível realizar esses ajustes ainda no projeto, para evitar maiores riscos, danos e custos à construção.

Somadas todas estas informações, podemos perceber que o arquiteto é então o profissional mais preparado para coordenar e responsabilizar-se pelo canteiro de obras. Afinal, ele é quem construiu a ideia do objeto em sua concepção e tem a ciência total dos demais projetos que o envolvem. Portanto, sua presença é fundamental do início ao fim do processo de construção, com visitas rotineiras de supervisão ao andamento da obra.

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), em cumprimento ao determinado pelo Artigo 3º da Lei 12.378/2010, definiu em resolução (n. 51 de 12 de julho de 2013) quais atribuições são privativas da profissão e não podem ser realizadas por outros profissionais. Confira a distribuição em grandes áreas:

  1. Arquitetura e Urbanismo
  2. Arquitetura de Interiores
  3. Arquitetura Paisagística
  4. Patrimônio Histórico
  5. Cultural e Artístico
  6. Planejamento Urbano e Regional
  7. Conforto Ambiental

Elas englobam:

  • desenvolvimento, coordenação e execução de diversos projetos arquitetônicos;
  • projetos urbanísticos;
  • projetos de sistema viário urbano;
  • projetos de acessibilidade a edifícios;
  • coordenação de equipe de planejamento de plano diretor ou de requalificação urbana;
  • projetos de recuperação paisagística;
  • projetos de monumentos;
  • projetos de interiores, entre outros.

Para saber mais sobre as atribuições do arquiteto e todas as atividades que englobam a profissão, leia também nosso artigo sobre a importância de contratar um arquiteto para seu projeto de construção ou reforma. Você perceberá que contar com este profissional não é um custo e sim um grande investimento em qualidade e segurança.