Por que um arquiteto?

Etapas de um projeto: conheça o passo a passo até a entrega da obra

 

Na hora de contratar um arquiteto para projetar e construir seu imóvel, saiba quais as etapas de um projeto, desde a primeira conversa até a entrega da obra.

Pronto, você decidiu que quer construir seu imóvel e vai contratar um arquiteto para fazer o projeto, acompanhar a obra e te orientar durante todo o processo. Ótimo, não poderia haver decisão melhor do que contar com um profissional especializado para que todas as etapas de um projeto sejam feitas com técnica, qualidade, design e, sobretudo, segurança.

Mas você sabe de que forma o trabalho desse profissional é realizado? Neste novo artigo da Recta4, vamos te mostrar o passo a passo e as etapas de um projeto, desde o primeiro contato com o arquiteto até a entrega da obra pronta para ser ocupada. Vamos lá?

 

  • Etapa 1 – Início da conversa até o fechamento do contrato

 

Essa é a fase preliminar do projeto. O cliente procura o arquiteto e marca uma primeira conversa profissional para expor suas ideias. Preferencialmente, esse bate-papo já é marcado no local de intervenção futura, mas é claro que pode ser no melhor local para o cliente.

Se o encontro já for no local da intervenção, o arquiteto aproveita para tirar fotos, fazer medições, colher dados e ‘sensações’ passadas pelo lugar onde será feita a obra. Senão, esses dados são colhidos na sequência para dar andamento ao processo.

De acordo com os direcionamentos e anseios apresentados nessa primeira conversa, somados às informações colhidas no terreno da obra, o profissional formula uma proposta de trabalho, contendo um escopo das etapas que serão desenvolvido e apresentado, bem como, o valor do trabalho. Existe uma negociação de formas de pagamento até o aceite. Então, formaliza-se o contrato.

 

  • Etapa 2 – O projeto arquitetônico

 

A primeira ideia de projeto é apresentada num período de 7 a 10 dias. A partir disso, são apresentadas ideias até que o cliente fique completamente satisfeito e dê o aceite final. Por exemplo, nessa etapa, o arquiteto pode mudar alguma disposição de cômodos, estilo da entrada principal, localização de portas e janelas, etc.

A intenção é que o cliente tenha um projeto de acordo com seus anseios – claro, respeitando toda a expertise do arquiteto que vai orientar para as melhores escolhas. O profissional também pode mostrar de que forma é possível ganhar espaço caso o ambiente seja pequeno, ou ainda indicar algum sistema construtivo alternativo, que ajuda a agilizar a construção.

Após o alinhamento e a concordância de ideias, o projeto técnico, propriamente dito, é entregue em até 30 dias. Esse é o prazo médio, mas que pode variar dependendo da complexidade do projeto e das escolhas. Aqui, já se consegue formalizar os orçamentos de obra, bem como, desenvolver os demais projetos complementares (como o estrutural, o hidrossanitário, o elétrico e o preventivo de incêndio) e outros detalhamentos.

O projeto executivo vem logo a seguir, apresentando todas as informações necessárias para a execução do serviço, além de um memorial descritivo, com informações de produtos e técnicas de serviços a serem executados.

 

  • Etapa 3 – Da execução a entrega da obra

 

Dependendo do tipo de contrato que foi formalizado junto ao cliente, o arquiteto pode ainda acompanhar todas as etapas subsequentes ao projeto, até a ocupação ou utilização do imóvel projetado. Aqui também pode estar incluso o projeto de arquitetura de interiores, para compor ambientes com qualidade, pensando no espaço físico existente na edificação. Este trabalho engloba:

  • coordenação e compatibilização de projetos complementares – integrar os projetos elétrico (como a instalação de painéis solares, por exemplo), hidrossanitário, de paisagismo, de interiores para o melhor ajuste e execução da obra;
  • contratação de mão-de-obra – pelo contato diário com diferentes prestadores de serviços, o arquiteto poderá indicar profissionais de acordo com as necessidades do cliente;
  • serviços de legalização junto aos órgãos responsáveis – a aprovação do projeto perante a prefeitura, já que o projeto deve estar de acordo com todas as normas indicadas pelos órgãos competentes de cada município;
  • visitas técnicas – para fazer o acompanhamento da obra e assegurar sua correta execução;
  • visitas a lojas especializadas para compra de material – o arquiteto vai auxiliar na escolha de pisos, revestimentos, louças de banheiro, e outros materiais para a realização da obra (tijolos, cimento, rejuntes etc)  

Nesses casos, em que o arquiteto é contratado para realizar todas as etapas. O trabalho  somente termina quando o imóvel está finalizado e pronto para ser ocupado pelo cliente. Ele é o primeiro e o último profissional a ‘sair de cena’ durante todo o processo.

Por isso, muitas vezes, pode-se pensar que é um alto investimento, mas é preciso levar em conta o grande empenho e detalhamento do trabalho do arquiteto e diluir o valor da contratação por todas as etapas em que ele estará presente, orientando e buscando uma entrega de excelência.

 

Se tiver dúvidas sobre o trabalho do arquiteto ou precisa de um profissional para projetar e acompanhar sua reforma ou construção, entre em contato.

Um abraço e até a próxima!